Archive for the 'Você' Category

Você mesmo

Amar-se

“Que eu faça um mendigo sentar-se à minha mesa, que eu perdoe aquele que me ofende
e me esforce por amar, inclusive o meu inimigo, em nome de Cristo,
tudo isto, naturalmente, não deixa de ser uma grande virtude.
 
O que faço ao menor dos meus irmãos é ao próprio Cristo que faço.
 
Mas o que acontecerá, se decubro, porventura, que o menor, o mais miserável de todos,
o mais pobre dos mendigos, o mais insolente dos meus caluniadores, o meu inimigo,
reside dentro de mim, sou eu mesmo, e precisa da esmola da minha bondade,
e que eu mesmo sou o inimigo que é necessário amar?”
 
Carl Gustav Jung

Entre você e Deus

Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas;

Perdoe-as assim mesmo.

 
Se você é gentil, as pessoas podem acusá-la de egoísta e interesseira;
Seja gentil assim mesmo.
Se você é uma vencedora, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros;
Vença assim mesmo.
Se você é honesta e franca, as pessoas podem enganá-la;
Seja honesta e franca assim mesmo.
O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora pra outra;
Construa assim mesmo.
Se você tem paz e é feliz, as pessoas podem sentir inveja;
Seja feliz assim mesmo.
O bem que você faz hoje pode ser esquecido amanhã;
Faça o bem assim mesmo.
Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante;
Dê o melhor de você assim mesmo.
Veja você que, no final das contas isto é entre você e Deus.
Nunca foi entre você e as outras pessoas.
 
(texto atribuído a Madre Teresa de Calcutá)

Você

Você é os brinquedos que brincou, as gírias que usava, você é os nervos a flor da pele no vestibular, os segredos que guardou, você é sua praia preferida, Garopaba, Maresias, Ipanema, você é o renascido depois do acidente que escapou, aquele amor atordoado que viveu, a conversa séria que teve um dia com seu pai, você é o que você lembra.

Você é a saudade que sente da sua mãe, o sonho desfeito quase no altar, a infância que você recorda, a dor de não ter dado certo, de não ter falado na hora, você é aquilo que foi amputado no passado, a emoção de um trecho de livro, a cena de rua que lhe arrancou lágrimas, você é o que você chora.

Você é o abraço inesperado, a força dada para o amigo que precisa, você é o pelo do braço que eriça, a sensibilidade que grita, o carinho que permuta, você é as palavras ditas para ajudar, os gritos destrancados da garganta, os pedaços que junta, você é o orgasmo, a gargalhada, o beijo, você é o que você desnuda.

Você é a raiva de não ter alcançado, a impotência de não conseguir mudar, você é o desprezo pelo o que os outros mentem, o desapontamento com o governo, o ódio que tudo isso dá, você é aquele que rema, que cansado não desiste, você é a indignação com o lixo jogado do carro, a ardência da revolta, você é o que você queima.

Você é aquilo que reinvidica, o que consegue gerar através da sua verdade e da sua luta, você é os direitos que tem, os deveres que se obriga, você é a estrada por onde corre atrás, serpenteia, atalha, busca, você é o que você pleiteia.

Você não é só o que come e o que veste. Você é o que você requer, recruta, rabisca, traga, goza e lê. Você é o que ninguém vê.

Martha Medeiros

Você já teve um dia assim?

Nada parece ir bem…
…você tem os nervos destroçados…
…e o trânsito está impossível?
Se isso te sobe à cabeça até explodir…
…só relaxe…
Conte até dez…
…abra um sorriso…
…divida-o com um amigo…
Abrir um sorriso para alguém sempre ajuda!!!
Assim que sorrir, rir, gargalhar e se cansar de rir,
dê mais um sorriso…
Ria desconsoladamente, até ficar com um sorriso
de orelha a orelha!
Espalhe um pouco de alegria para todos aqueles
que são especiais para você!

“Tudo é uma questão de manter a mente quieta,
a espinha ereta e o coração tranquilo”

Desconheço Autor

Você está no lugar certo!

Você é especial

Um famoso palestrante começou um seminário numa sala com 200 pessoas, segurando uma nota de R$100,00.
Ele perguntou:
“Quem quer esta nota de R$100,00?”
Todos ergueram a mão. Então, ele disse:
“Darei esta nota a um de vocês.
Mas primeiro, deixem-me fazer isto!”

Aí, ele amassou a nota. E perguntou outra vez:
“Quem ainda quer esta nota?”
As mãos continuaram erguidas.
“Bom  ele disse  e se eu fizer isto?”

E ele deixou a nota cair no chão e começou a pisá-la e esfregá-la.
Depois, pegou a nota, agora imunda e amassada, e perguntou:
“E agora ? Quem ainda quer esta nota?”
Todas as mãos continuaram erguidas.

O palestrante virou para a platéia e disse
que tinha ensinado uma lição:

“Não importa o que eu faça com o dinheiro.
Vocês ainda irão querer esta nota, porque ela não perde o valor.
Essa situação também acontece com a gente.
Muitas vezes, em nossas vidas, somos amassados, pisotea dos, e ficamos nos sentindo sem importância. Mas, não importa…
Jamais perderemos nosso valor perante o universo.
Sujos ou limpos, amassados ou inteiros, nada disso altera a importância que temos.
O preço de nossas vidas não é pelo que fazemos ou que sabemos, mas pelo que somos!”
Somos especiais…
Você é especial!
Jamais se esqueça disso!


Criado em 19 JUL 08

  • 2,882,528 visitas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 747 outros seguidores

Loja Virtual

💕Cores pra alegrar o seu dia! 💕
Disponível em
http://www.gentequeadora.com.br/

Mensagens (Ordem Alfabética)