Archive for the 'Vida' Category

Viver sem medo de ser feliz!

Anúncios

Através do Caminho (PPS)

atraves-do-caminho

Essa é a vida!

É preciso saber sempre quando se acaba uma etapa da vida.
Se insistirmos em permanecer nela depois do tempo necessário, perderemos a alegria e o sentido do resto.
 
Fechando círculos, fechando portas ou fechando capítulos, como queiras chamar, o importante é poder fechá-los, deixar ir momentos da vida que vão se enclausurando.

Terminou seu trabalho?
Acabou a relação?
Já não mora mais nessa casa?
Deve viajar?
A amizade acabou?
 
Você pode passar muito tempo do seu presente  dando voltas ao passado, tentando modificá-lo…
O desgaste será infinito,  porque na vida você, seus amigos, filhos, irmãos, todos estamos destinados a fechar capítulos, virar páginas, terminar etapas ou momentos da vida – e seguir adiante.
Não podemos estar no presente sentindo falta do passado.
O que aconteceu, aconteceu.
Não podemos ser filhos para sempre, nem adolescentes eternos,
 nem empregados de empresas inexistentes ou ter vínculos
com quem não quer estar vinculado a nós.
Os acontecimentos passam e temos que deixá-los ir!
 
Por isso, às vezes é  tão importante se esquecer de lembrar, trocar de casa, rasgar papéis, jogar  fora presentes desbotados, dar ou vender livros…
 
As mudanças externas podem simbolizar processos interiores de superação. Deixar ir, soltar, desprender-se…

Na vida ninguém joga com cartas marcadas – todos temos que aprender a  perder e a ganhar.
O passado passou: não espere que o devolvam.
Também não espere reconhecimento nem que saibam
quem você é.
 
A vida segue para frente, nunca para trás.

Se você anda pela vida deixando portas abertas nunca poderá se desprender, nem viver o hoje com satisfação.
 
Namoros ou amizades que não se fecham,
possibilidades de regresso a quê?
Necessidade de esclarecimentos, palavras que não
foram ditas, silêncios…
Se você pode enfrentá-los agora, que o faça!
 
Não por orgulho ou soberba,  mas porque você já não se encaixa ali, naquele lugar, naquele coração, naquela casa, naquele escritório, naquele cargo…
Você já não é o mesmo que foi há dois dias, há três meses, há um ano… Portanto, nada tem que voltar.
Feche a porta, vire a página, feche o círculo!
Você nunca será o mesmo, nem o mundo à sua volta, porque a vida  não é estática.
É para sua saúde mental, é ter amor por si mesmo, desprender-se do que já não está em sua vida. Lembre-se de que nada, nem ninguém é indispensável.  É um trabalho pessoal aprender a viver com o que dói, deixar-se ir.
É  processo de aprender a desprender-se.
E isso ajudará definitivamente a seguir para frente
com tranqüilidade.

Essa é a vida!

Desconheço a autoria

Chave da Eternidade

Chave da eternidade
Silvia Schmidt 
  
Por que temer o adeus
se temos a chave da eternidade?

Nós nascemos,
nossas almas se despedem dos Anjos
e vêm para a Terra.
Nossos corpos deixam o conforto do ventre materno
e enfrentam o mundo exterior.

Na infância,
aos poucos deixamos nossos brinquedos,
e damos adeus à inocência.

Na adolescência
passamos pelo primeiro amor … ele passa …
… os amigos passam e seguem seus rumos.

Na idade adulta
abandonamos as ilusões, casamos ou não e vemos
o crescimento das nossas responsabilidades.

Nossos filhos
crescem, seguem seus destinos e damos
adeus às nossas crianças.

Na velhice
recordamos os entes perdidos, as horas de adeus,
e uma suave saudade nos faz suspirar.

A morte
acontece todo o tempo desde o nosso nascimento,
com o morrer natural das coisas.

Passamos a vida dizendo ‘adeus’ sem perceber.
Então por que teme-lo?

Sabemos que só Deus é permanente
em toda essa imensidão.

Lembremos que Ele jamais diz adeus:
Sua Lei sempre foi a  Renovação!

Bola da Vida

Viva a Vida!

Por muito tempo eu pensei que a minha vida fosse se tornar uma vida de verdade.
Mas sempre havia um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de começar a viver,
um trabalho não terminado, uma conta a ser paga.
Aí sim, a vida de verdade começaria.
Por fim, cheguei à conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de verdade.
Essa perspectiva tem ajudado a ver que não existe um caminho para a felicidade.
A felicidade é o caminho!
Assim, aproveite todos os momentos que você tem.
E aproveite-os mais se você tem alguém especial para compartilhar,
especial o suficiente para passar seu tempo…
e lembre-se que o
tempo não espera ninguém.
Portanto, pare de esperar
até que você termine a faculdade;
até que você volte para a faculdade;
até que você termine a pós-graduação ou mestrado;
até que você perca 5 quilos;
até que você ganhe 5 quilos;
até que você tenha tido filhos;
até que seus filhos tenham saído de casa;
até que você se case;
até sexta à noite;
até segunda de manhã;
até que você tenha comprado
um carro, moto ou uma casa nova;
até que seu carro, moto ou sua casa
tenham sido pagos;
até o próximo verão, primavera, outono, inverno;
até que você esteja aposentado;
até que a sua música toque;
até que você tenha terminado seu drinque;
até que você esteja sóbrio de novo;
até que você morra,
e decida que não há hora melhor para ser feliz
do que AGORA MESMO…
Por isso…
Trabalhe como se você não precisasse de dinheiro.
Ame como se você nunca tivesse se machucado.
Auxilie como se fosse rotina.
Brinque como se fosse criança.
Perdoe como gostaria que fosse perdoado.
E dance como se ninguém estivesse olhando!”
 
VIVA A VIDA…
 
(Desconheço o autor)

Se alguém te procura…

Com frio…. é porque você tem o cobertor,
Com alegria… é porque você tem o sorriso,
Com lágrimas… é porque você tem o lenço,
Com versos… é porque você tem a música,
Com dor… é porque você tem o curativo,
Com palavras… é porque você tem o dom de ouvir,
Com fome… é porque você tem o alimento,
Com beijos… é porque você tem o mel,
Com dúvidas… é porque você tem o caminho,
Com orquestras… é porque você tem a festa,
Com desânimo… é porque você tem o estímulo,
Com fantasias… é porque você tem a realidade,
Com desespero… é porque você tem a serenidade,
Com entusiasmo… é porque você tem o brilho,
Com segredos… é porque você tem a cumplicidade,
Com tumultos… é porque você tem a meditação,
Com confiança… é porque você tem o azul,
Com medo… é porque você tem o amor.

Ninguém chega por acaso até você!

Você tem, hoje, mais uma vez, o privilégio de viver um novo dia
do jeito que bem entender. Tomara que você bem entenda.

Ondas da Vida

Um momento você tem falta.
No momento seguinte você tem excesso.

Um dia você não tem nada para fazer.
No dia seguinte você nem tem tempo para fazer tudo.

Um dia a geladeira está vazia e você está com fome.
No dia seguinte você ainda tem metade da refeição
à sua frente e você já está satisfeito.

Um mês você tem dinheiro de sobra e nem sabe o que comprar.
No mês seguinte você tem déficit na conta bancária e um cheque sem fundos.

Um momento você está cheio de energia e não consegue dormir.
No momento seguinte você está cansado e não consegue levantar.

Um dia você é o centro das atenções.
No dia seguinte ninguém quer saber se você está vivo.

São as ondas da vida.
Carregam-nos para cima e para baixo.

Dinheiro, amigos, seu corpo, seus relacionamentos, seu trabalho, e todo o resto da lista, tudo varia.
Tudo vai com as ondas.

Os comerciais fazem você acreditar que tem que ter o carro novo ou a tevê de tela grande.
Sim, estas coisas podem excitá-lo por um momento, mas é somente uma onda.
 Quando menos esperar, a emoção se foi.

Eu sempre achei que o dinheiro e as coisas que ele compra trouxessem a felicidade, e então todas as pessoas ricas seriam felizes. Mas não é assim.

Nós vemos como a pobreza pode facilmente causar a infelicidade, mas nos enganamos ao acreditar que o dinheiro resolve todas as coisas.

A vida está cheia de coisas e eu não negociaria minha vida com ninguém, nem mesmo o mais abençoado que eu conheça, aquele mais rico. É uma coisa após outra, um desafio após outro, uma situação após outra, dia após dia, sem fim…

São ondas…

Muitos são lançados às pedras pelas ondas. Alguns, como submarino, mergulham fundo, por baixo das tempestades, em busca da paz. Alguns simplesmente surfam as ondas e têm muito divertimento. Alguns afogam-se.

Você não pode parar as ondas; é a natureza do oceano da vida.
Você pode apenas escolher o método que usará para enfrentar.

Você pode ser lançado, como a maioria. Você pode se afogar, como muitos. Você pode surfar e ter todo o divertimento que puder, mas mesmo um surfista se cansa e não tem como dormir sobre uma prancha.

Atravessar estas ondas, de maneira segura e confortável, requer um navio. E esse navio, você não pode tripular sozinho. Você terá que ter parceiros, verdadeiros companheiros, que possam dividir o trabalho e compartilhar os triunfos.

Então, convoque sua tripulação.. E boa viagem!
 
(Autor desconhecido)

Limpeza

Se o espelho  não estiver completamente limpo ele não refletirá a imagem correta.
Sentimentos obscuros, dúvidas, críticas, preocupações,são como nuvens que embaçam a visão real.
Limpeza é uma constante checagem, uma vigilância contra os saqueadores da paz.
Para experimentar conforto em qualquer situação é preciso investir no trabalho profundo.
Polir o intelecto e revelar a forma perfeita. Esse desafio chama-se VIDA.

(B. Kumaris)

Corações Distantes

Um dia, um pensador indiano fez
a seguinte pergunta a seus discípulos:
“Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?”
“Gritamos porque perdemos a calma”  disse um deles.
“Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado?” Questionou novamente o pensador.
“Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça”, retrucou outro discípulo.
 
E o mestre volta a perguntar:
“Então não é possível falar-lhe em voz baixa?”
Várias outras respostas surgiram,
mas nenhuma convenceu o pensador.
 
Então ele esclareceu:
“Vocês sabem porque se grita com
uma pessoa quando se está aborrecido?
O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas,
seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância precisam gritar
para poderem escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem,
mais forte terão que gritar para ouvir um
ao outro, através da grande distância.
 

Por outro lado, o que sucede
quando duas pessoas estão enamoradas?
Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê?
Porque seus corações estão muito perto.
A distância entre elas é pequena.
Às vezes estão tão próximos seus corações,
que nem falam, somente sussurram.
 
E quando o amor é mais intenso,
não  necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta.
 Seus corações se entendem.
É isso que acontece quando duas pessoas  que se amam estão próximas.”
Por fim, o pensador conclui, dizendo:
 
“Quando vocês discutirem, não deixem
que seus corações se afastem,
não digam palavras que os distanciem mais,
pois chegará um dia em que a distância será
tanta que não mais encontrarão o caminho de volta”.
 
Pense nisso!
 
Quando você for discutir com alguém, lembre-se que o coração não deve tomar parte nisso.
Se a pessoa com quem discutimos não concorda com nossas idéias, não é motivo para gostar menos dela ou nos distanciar, ainda que por instantes.
 
Quando pretendemos encontrar soluções para as desavenças, falemos num tom de voz que nos permita uma aproximação cada vez maior, como a dizer para a outra pessoa:
 “Eu não concordo com suas idéias ou opiniões, mas isso não me faz gostar menos de você.”
Pense nisso

Caminho a Seguir

Aprendendo a Viver

Aprendi que se aprende errando

Que crescer não significa fazer aniversário

Que o silêncio é a melhor resposta, quando se ouve uma bobagem

Que trabalhar significa não só ganhar dinheiro

Que amigos a gente conquista mostrando o que somos

Que os verdadeiros amigos sempre ficam com você até o fim

Que a maldade se esconde atrás de uma bela face

Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por ela

Que quando penso saber de tudo ainda não aprendi nada

Que a Natureza é a coisa mais bela na Vida

Que amar significa se dar por inteiro

Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos

Que se pode conversar com estrelas

Que se pode confessar com a Lua

Que se pode viajar além do infinito

Que ouvir uma palavra de carinho faz bem à saúde

Que dar um carinho também faz…

Que sonhar é preciso

Que se deve ser criança a vida toda

Que nosso ser é livre

Que Deus não proíbe nada em nome do amor

Que o julgamento alheio não é importante

Que o que realmente importa é a Paz Interior

E finalmente, aprendi que não se pode morrer, prá se aprender a viver…
 (Carlos Castañeda)

* Veja também em ESPECIAIS – Aprendizado

A vida ensina

“Se você pensa que sabe; que a vida lhe mostre o quanto não sabe.
Se você é muito simpático mas leva meia hora para concluir seu pensamento; que a vida lhe ensine que explica melhor o seu problema, aquele que começa pelo fim.
Se você faz exames demais; que a vida lhe ensine que doença é como esposa ciumenta: se procurar demais, acaba achando.
Se você pensa que os outros é que sempre são isso ou aquilo; que a vida lhe ensine a olhar mais para você mesmo.
Se você pensa que viver é horizontal, unitário, definido, monobloco; que a vida lhe ensine a aceitar o conflito como condição lúdica da existência.
Tanto mais lúdica quanto mais complexa.
Tanto mais complexa quanto mais consciente.
Tanto mais consciente quanto mais difícil.
Tanto mais difícil quanto mais grandiosa.
Se você pensa que disponibilidade com paz não é felicidade; que a vida lhe ensine a aproveitar os raros momentos em que ela (a paz) surge.
Que a vida ensine a cada menino a seguir o cristal que leva dentro, sua bússola existencial não revelada, sua percepção não verbalizável das coisas, sua capacidade de prosseguir com o que lhe é peculiar e próprio, por mais que pareçam úteis e eficazes as coisas que a ele, no fundo, não soam como tais, embora façam aparente sentido e se apresentem tão sedutoras quanto enganosas.
Que a vida nos ensine, a todos, a nunca dizer as verdades na hora da raiva.
Que desta aproveitemos apenas a forma direta e lúcida pela qual as verdades se nos revelam por seu intermédio; mas para dizê-las depois.
Que a vida ensine que tão ou mais difícil do que ter razão, é saber tê-la.
Que aquele garoto que não come, coma.
Que aquele que mata, não mate.
Que aquela timidez do pobre passe.
Que a moça esforçada se forme.
Que o jovem jovie.
Que o velho velhe.
Que a moça moce.
Que a luz luza.
Que a paz paze.
Que o som soe.
Que a mãe manhe.
Que o pai paie.
Que o sol sole.
Que o filho filhe.
Que a árvore arvore.
Que o ninho aninhe.
Que o mar mare.
Que a cor core.
Que o abraço abrace.
Que o perdão perdoe.
Que tudo vire verbo e verbe.
Verde. Como a esperança.
Pois, do jeito que o mundo vai, dá vontade de apagar e começar tudo de novo.
A vida é substantiva, nós é que somos adjetivos.”

A Vida Ensina, Por Artur da Távola

Vida

A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?
Charles Chaplin

Viver um dia por vez…

Na escola da vida, a lição que precisaríamos aprender,

para uso consciente e determinado,

seria conseguirmos viver um dia de cada vez.

Sem atropelos, nem fadigas.

Sem ansiedades, e sem angústias.

Ontem já foi ontem.

Já é passado.

Não tornará mais, nunca mais.

Hoje é hoje, é presente.

É o agora.

É o ludíbrio do instante que passa.

Amanhã é futuro.

Trará consigo seus próprios cuidados e temores.

A cada dia é suficiente seu próprio cuidado.

Viva o seu hoje, hoje.

Viva-o com intensidade.

Mas não queira viver o seu amanhã, hoje, e nem o seu ontem, agora.

Viva um dia de cada vez.

E já é muito, e já é suficiente.

Nossas preocupações neurotizantes com o nosso amanhã não aumentarão e nem diminuirão o volume e o tamanho dos problemas que nos esperam.

O ontem é experiência, é lição sofrida e aprendida.

É degrau na escada ascendente de nossa experiência pessoal.

É contribuição à nossa maturidade.

Ontem, hoje, e amanhã.

Dias, momentos e tempos bem diferentes, entre si.

E tudo de enorme valia.

 

(autoria desconhecida)


Criado em 19 JUL 08

  • 2,916,039 visitas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 751 outros seguidores

Loja Virtual

💛 noite colorida💜 
www.gentequeadora.com.br

Mensagens (Ordem Alfabética)