Desconstrução de máscaras

tumblr_m39nz6L8cs1qdnw6ko1_500

 

“…Eu estou propondo que você identifique os nós da sua herança, que te impedem de criar união, e que sustentam a identificação com aquele que não quer se entregar; aquele que é obstinado em manter o seu plano de vingança e destruição. Você está sendo convidado a identificar os pontos de bloqueio, ou seja, identificar as situações e pessoas com as quais você tem contas abertas. O que são contas abertas? Pessoas e situações que te incomodam, ou pelo menos fecham o seu coração. Pessoas e situações que ativam esse velho ‘eu’ obstinado em querer brigar e acusar, e fazem você se sentir culpado de se sentir feliz, entre outros desdobramentos. A partir da identificação desses desdobramentos ou sintomas, você chega nesse ‘eu’ dentro de você que se recusa a amar e a criar união.

Trabalhe para identificar esse ‘eu’. Deixe-o se expressar dentro de você e contar qual é o seu plano. Deixe-o falar por que ele não quer a luz; por que ele não quer o amor. Por mais que ele seja um ‘eu’ ilusório, se você se vê repetidamente atuando a partir dessa identificação, para você ele é real. Você ainda não descobriu que ele é ilusório. Então, apenas coloque luz nele. Vá atrás desse ‘eu’. Vá atrás dessa voz dentro de você, que não quer criar união, e que consequentemente não confia; e consequentemente não ama e não se entrega.

Uma das características desse eu ilusório é a obstinação. O ego diz: “Eu faço, eu controlo”. Junto com a obstinação tem o medo de desaparecer; o medo de perder o controle; e também o orgulho de passar o ridículo de perder tudo que você construiu.

Portanto, quando você bate na porta da verdade e ela se abre, muitas vezes você sai correndo. Então você continua procurando, mas evita bater naquela porta. Porque sabe que se bater naquela porta haverá um grande perigo. Quando isso acontece, a vida espiritual vira mais uma prática social. Você vai empurrando a vida com a barriga. Você canta o mantra PRABHU AP JAGO, e canta bonito, mas não consegue chamar de verdade, porque se realmente chamar, ela virá. Você sabe disso. Então a situação fica delicada, porque ela vem e pede que você se entregue – e entrega significa abrir mão do passado. Mas, às vezes, a confiança ainda não foi completamente desenvolvida. Então, como entregar?

Eu estou apenas colocando luz em alguns dos desafios do buscador espiritual. Como disse Jesus aos pescadores: “Deixem essas varas e sigam-me, que eu vou torná-los pescadores de homens”. Há que se ter confiança para deixar as varas. Há que se confiar nesse vislumbre da verdade que apareceu para você. Porque, durante toda a sua jornada você será testado, até que não haja mais nenhuma incerteza. Até que você realmente se torne um com Ele….”

Sri Prem Baba

Anúncios

0 Responses to “Desconstrução de máscaras”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Criado em 19 JUL 08

  • 2,904,256 visitas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 747 outros seguidores

Loja Virtual

Namastê! 
Tem coleção nova no site!
www.gentequeadora.com.br

Mensagens (Ordem Alfabética)


%d blogueiros gostam disto: